Retrato do cientista quando jovem

Interessante o texto de Tom Feilden, da BBC, sobre o livro Free Radicals, do science writer Michael Brooks.

Para Brooks, a ciência pós-Segunda Guerra “virou uma marca, como Coca-Cola, Disney ou McDonald’s”. Feilden continua:

A ciência provou o seu valor no calor da batalha, mas enquanto a penicilina e o radar ajudaram-nos a sobreviver, o espantoso poder destruidor da energia atômica venceu.

A importância da ciência foi reconhecida mas também vista com desconfiança, e a identidade da marca desse novo produto foi deliberadamente projetada para enfatizar sua subserviência à sociedade e reiterada por adjetivos como lógico, responsável, confiável, objetivo e racional.

“O cientista virou o monge de nosso tempo – tímido, constrangido, ansioso por ser chamado para ajudar”, [escreve Brooks].

Segundo Feilden, Brooks argumenta que a ciência nunca foi feita de conformismo anestesiado. Pelo contrário, a atividade científica “sempre tem sido uma busca radical, rebelde e anárquica”.

O livro chegará às prateleiras (faz algum sentido, ainda, essa expressão?) no Reino Unido no dia 7 de julho.

_____

Enquanto é difícil discordar do aparente espírito de valorização do inconformismo (que de fato faz parte da história da ciência moderna), o livro pode ser mais uma tentativa de vender carreiras científicas como algo cool, sexy, jovem. É de se esperar num país em que a estrela da divulgação científica seja alguém como Brian Cox (uma mistura de Carl Sagan com frontman de banda indie).

Parece um cartaz dizendo: “O governo está aumentando custos de sua formação acadêmica e cortando verbas de pesquisa, mas venham ver como é bacana ser cientista!”

A ver.

– Aristarco

Deixe um comentário

Arquivado em comentário de notícia

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s